Novidades

Bananas – Mitos e Verdades

bananas

Banana: um fast food natural! Fácil de carregar, fácil de tirar da embalagem e deliciosa! Eu particularmente adoro as variedades banana-ouro e banana-maçã! Hmmm!

Essa fruta Rica em potássio serve para normalizar o batimento cardíaco e reduzir o estresse, a banana ajuda a controlar a pressão arterial e a normalizar as funções intestinais. Possui também grande quantidade de vitaminas B1, B2, B6 e B12, além de magnésio, cálcio, ferro e ácido fólico.

Quando estamos estressados o nosso metabolismo altera-se reduzindo os níveis de potássio. Podemos ajustá-los com a ajuda deste fruto, rico em potássio. Uma banana tem, em média, 90 calorias – o mesmo que uma barrinha de cereal. Então é possível comer sem peso na consciência. Vamos a mais um post de Mitos e Verdades? ;-D

Banana é fonte de energia?

VERDADE! Além do potássio (cerca de 370g por unidade), a fruta fornece carboidrato e vitaminas (B1, B2, A e C). Um estudo realizado pela USP revelou que em 100g de banana prata existem 28g de carboidrato, ou seja, bastante energia para atletas em geral.

Banana não engorda e podemos comer várias, inclusive antes do treino?

MENTIRA! 100g de banana contém 90 calorias, portanto um cacho de banana não é tão diet assim. Uma dica é comer uma banana 30 minutos antes de iniciar sua atividade esportiva para prevenir a hipoglicemia (baixo nível de açúcar no sangue).

Banana previne cãibras?

EM TERMOS! A contração involuntária muscular é causada principalmente pelo desequilíbrio mineral no organismo. A banana é rica em potássio, mas é pobre em sódio e cloro, os minerais mais perdidos no suor. Como esse equilíbrio depende também do cálcio e do magnésio, a fruta ajuda, mas sozinha não previne cãibras. Uma dieta rica em potássio só é valida para atletas de enduro, que necessitam repor o mineral diariamente pela alimentação. A cãibra também pode ocorrer pelo esforço excessivo. Nesse caso, a banana é ineficaz e a solução é alongar.

Duas bananas equivalem a um bifão?

MENTIRA! A banana não substitui a carne, pois uma unidade da fruta é igual a apenas 1g de proteína. Outra informação importante: os vegetarianos devem optar por outros alimentos que contenham mais aminoácidos que a banana, em substituição à carne.

A casca de banana é ainda melhor que a banana em si?

MENTIRA! A casca da banana, por ter muitas fibras, pode estimular o funcionamento do intestino de forma exagerada, favorecendo desarranjos. A possibilidade de concentração de agrotóxicos também é grande. Melhor não arriscar.

A Banana é radioativa?

Devido ao elevado teor de potássio em sua composição, as bananas são levemente radioativas, mais do que a maioria dos outros frutos. Isso se deve à presença do isótopo radioativo potássio-40 (40K), regularmente distribuído no potássio ocorrente na natureza, apesar de que o isótopo comum, potássio-39 (39K), seja não-radioativo. Por esta razão, os ambientalistas em energia nuclear, por vezes, costumam referir-se à “dose equivalente em banana” de radiação para apoiar seus argumentos durante debates em congressos e encontros sobre a matéria. Embora a radioatividade da banana seja muito leve, todavia, grandes carregamentos da fruta em navios podem ser suficientes para disparar detetores ou sensores de radiação em determinadas circunstâncias.

Anderson Dino (93 Artigos)
Cientista, Blogueiro, Nexialista, Educador e Sonhador. Defensor do Glocal: Pense Globalmente e Aja Localmente.

1 Comment on Bananas – Mitos e Verdades

  1. Marcelo Honório Virgolino // 29 de março de 2016 de 16:23 //

    Olá Anderson.

    Achei o texto muito relevante, porém senti falta de algumas referência para posterior leitura (permitindo aprofundamento do assunto).

    OBS: Revise o texto pois acredito que o teor de potássio por unidade seja de 370 mg.

    OBS:Minhas contribuições para enriquecer o material.

    AVANÇOS NA BANANICULTURA BRASILEIRA
    Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/rbf/v33nspe1/a05v33nspe1.pdf
    Acessado em: 29 mar, 2016.
    Justificativa: Permite a interdisciplinalidade com as disciplinas de geografia e história.

    CARACTERIZAÇÃO FÍSICA E QUÍMICA DE BANANAS PRODUZIDAS EM SISTEMAS DE CULTIVO CONVENCIONAL E ORGÂNICO
    Disponível em:http://www.scielo.br/pdf/rbf/v34n3/17.pdf
    Acessado em: 29 mar, 2016.
    Justificativa: permite um debate junto ao alunado a respeito dos prós e contras entre os sistemas convencional e orgãnico.

Comments are closed.