Novidades

Castanhas – Mitos e Verdades

castanha

 

Você já pensou que consumir gordura pode ser bom para seu organismo? Não? Então você não conhece qual tipo de gordura consumir. Não estamos falando de gorduras como bacon, pizza e frituras. Estamos falando das castanhas! As castanhas são da classe das oleaginosas. Oleaginosas porque são alimentos ricos em gorduras monoinsaturadas, ou “gordura do bem” como também são conhecidas, e isto faz com que elas sejam uma ótima adição tanto às dietas quanto à reeducação alimentar. Além disso, elas têm vitaminas e minerais e não somente gorduras. São alimentos de calorias nutritivas e não de calorias vazias.

Como a castanha faz bem para a saúde?

As castanhas fazem bem à saúde, pois contém gorduras mono e poliinsaturadas. Estas gorduras são necessárias para o bom funcionamento do organismo. Além disso, elas possuem antioxidantes, que são substâncias que retardam o envelhecimento e aplacam inibem o envelhecimento precoce.

Além destes efeitos, o consumo regular de castanhas também causa vários outros benefícios ao indivíduo que as consome. São eles:

  • Diminuição do colesterol;
  • Inibição da formação de placas de gordura no sangue;
  • Prevenção de:
    • Problemas vasculares;
    • Aterosclerose;

Recentemente, a Universidade de Loma Linda, nos EUA, divulgou que o consumo de 67g de castanhas e outras oleaginosas por dia, tem efeito na redução do LDL, que é conhecido como mau colesterol. Este consumo atuaria na redução de aproximadamente 7,4% dos níveis de LDL. Outros estudos divulgados demonstraram que o consumo das oleaginosas em geral, atua de maneira benéfica no cérebro.

Apesar de a castanha fazer bem à saúde, é importante ressaltar que ela contém uma grande quantidade de calorias, portanto, devemos ficar atentos à quantidade ingerida. De nada adianta consumir um alimento por ser rico em nutrientes, mas exceder as quantidades permitidas ou recomendáveis de calorias diárias.

Existem diversos tipos de castanhas que você pode consumir. São elas:

  • Amendoim
  • Castanha de caju
  • Castanha do Pará
  • Noz
  • Noz Pecan
  • Amêndoas
  • Avelã
  • Pistache

Entre estas, você pode consumir a que mais se adéqua ao seu paladar ou até mesmo as que possuem menor custo, como o amendoim, por exemplo.

Lembre-se que todo alimento, mesmo que seja saudável, deve ser consumido nas quantidades certas, pois o excesso é sempre prejudicial. O excesso do consumo de oleaginosas pode influenciar no ganho de peso além de deixar a pele mais suscetível a cravos e espinhas, pois aumenta sua oleosidade. Portanto, utilize, mas apenas o necessário.

Anderson Dino (94 Artigos)
Cientista, Blogueiro, Nexialista, Educador e Sonhador. Defensor do Glocal: Pense Globalmente e Aja Localmente.