Novidades

Diferenças entre Espumantes

espumante

 

Em festas de final de ano como o Natal e o Réveillon costumamos comemorar. São datas, aliás, comemorativas. No Natal, comemoramos o nascimento de Jesus Cristo e no Réveillon a passagem de ano.

É comum nestas datas consumirmos espumantes como forma de comemorar o evento do qual estamos participando.  Mas, você sabe o porquê temos o costume de beber espumantes para comemorar algo? E os tipos de espumantes que existem?

 

O vinho espumante levou dois séculos para ser aperfeiçoado e chegar de fato à bebida que conhecemos hoje. Para chegar ao que conhecemos hoje, esta bebida passou pelo método Champenoise e suas primeiras amostras eram produzidas na Inglaterra. Posteriormente foram desenvolvidos outros métodos de produção, porém, Champenoise e Charmat são os métodos mais utilizados.

 


Mas o que é um espumante?

 

O espumante é um tipo de vinho com alta concentração de gás carbônico (CO2), nada mais que isso. Existem duas maneiras mais conhecidas de se produzir um espumante. A primeira delas é deixar que a fermentação ocorra na garrafa. Este método é chamado de Champenoise e é utilizado na produção do tradicional e conhecido Champagne. Já o outro método é deixar que a fermentação ocorra em tanques de aço inox. Este método é chamado de Charmat e é utilizado na produção de muitos espumantes. A fermentação é um processo bastante conhecido, onde os micro-organismos obtém energia a partir de hexoses (açúcares com 6 átomos de carbono) na ausência de oxigênio e nesse processo, obtém-se gás carbônico e álcool etílico conforme a reação:

C6H12O6 → 2 CO2 + 2 C2H5OH

 

Por isso que os espumantes além de gás carbônico também tem álcool etílico em suas composições. 🙂


Quanto custa uma garrafa de espumante?

O preço dos espumantes varia muito. Como são produzidos diversos tipos e de diversas qualidades, pode-se encontrar espumantes a partir de R$ 9,90 até valores impensáveis. Estes mais baratos são os chamados Cidras, muito utilizados para quem não quer gastar muito, mas não abre mão de comemorar nas festas mais importantes do ano.

 


Quantos e quais são os tipos de espumantes?

 

Os tipos de espumantes mais conhecidos são:

  • Cidras – São bebidas que tiveram sua dose de gás carbônico inseridas de maneira não natural, ou seja, não pela fermentação das uvas utilizadas na produção, mas sim por um processo industrializado;
  • Frisante – Apesar de muitos não o considerarem um espumante uma vez que sua quantidade de gás carbônico surgir naturalmente da fermentação da uva, o Frisante é um espumante leve e muito consumido. Em geral, a quantidade de gás carbônico presente neste tipo de espumante é a metade da quantidade presente nos espumantes “normais”;
  • Sekt – Este é um espumante exótico por ser produzido na Alemanha, terra da cerveja. O gosto da bebida em geral é adocicado pelo sabor da fruta utilizada em sua produção. Sua versão seca é chamada de trocken.
  • Asti – Este é um dos vinhos espumantes mais elaborados quando o assunto é a produção. Na produção deste tipo de espumante é utilizado o método Charmat e a fermentação ocorre de maneira única em tanques de aço inox. Ela é interrompida quando são atingidas as quantidades de açúcar e álcool ideais. A uva utilizada em sua produção é a do tipo Moscato;
  • Prosecco – Este era o nome utilizado para denominas as uvas base na produção deste tipo de vinho. Em geral, são produzidos no norte e nordeste da Itália;
  • Cavas – Este é um espumante produzido na região costeira da Espanha. Só podem ser chamados de cavas os espumantes que são produzidos nesta região e com três tipos específicos de uvas.
Anderson Dino (94 Artigos)

Cientista, Blogueiro, Nexialista, Educador e Sonhador.
Defensor do Glocal: Pense Globalmente e Aja Localmente.